060_06

SINOPSE
Meses após o desaparecimento do irmão, Bill guarda um sentimento de culpa muito forte. Acredita que se ele estivesse presente fazendo companhia ao pequeno George naquele dia chuvoso, nada disso teria acontecido. Não importava a falta de esperança dos outros, incluindo da própria família, o irmão mais velho não aceitava, e continuava a buscar meios de encontrar seu amado irmão. Bill tinha uma teoria de onde seu irmão poderia ter ido parar quando foi levado pela chuva na queda naquele bueiro, então recorre aos seus melhores amigos, os membros do Clube dos Otários, para partir na busca. Aquele era o ano de 1987 na cidade de Derry e, não apenas George havia desaparecido, mas misteriosamente várias outras crianças também. E nessa aventura de terror psicológico, o grupo de crianças experimenta uma série de macabros fenômenos envolvendo um misterioso palhaço conhecido como Pennywise.

060_01

COMENTÁRIOS
It: A Coisa (2017) é uma obra adaptada do romance de Stephen King, que conta com mais outras duas versões, a minissérie americana para TV de 1990, que mais tarde fora compactada em um filme, e uma segunda minissérie indiana de 1998. A primeira chegou no Brasil como It: Uma Obra-Prima do Medo, e fatiava o grande volume do livro em duas partes de três horas cada, trazendo a infância daquele grupo e a transição 27 anos depois para a vida adulta. Apesar de suas inúmeras falhas a minissérie funcionou, e embora não seja muito repercutida hoje em dia, tornou-se um clássico cult de suspense e terror. A série indiana segue a mesma fórmula, sete crianças que enfrentam um monstro que se transforma no palhaço Pennywise. Porém essa é uma produção bem bizarra e, não exatamente por conta do seu baixo orçamento, mas pelas curiosas escolhas da adaptação. Diferente da versão original do romance, Pennywise não se apresenta pela primeira vez dentro de um bueiro, mas sim dentro de uma piscina. Quer conferir essa tosqueira? Clica aqui e assista o primeiro episódio disponível no Youtube. Aliás, a série inteira está lá.

060_02

Com tantas adaptações controversas, Stephen King ainda merecia uma adaptação à altura de seu excelente trabalho original, e o longa de 2017 entregou o presente. It: A Coisa mostra o primoroso esforço do diretor Andy Muschietti em dar coerência a um roteiro tão inflado e complexo. Respeitando a obra do livro,  traz uma qualidade muito diferente do que estamos acostumados a ver no suspense e terror. A trama segue a mesma formula e, é quebrada mais uma vez em duas partes, sendo esta primeira, o filme de 2017, contando a infância do Clube dos Otários e a maneira que eles lidam com Pennywise.

060_04

A produção tem forte influência narrativa e conceitual no filme Conta Comigo (Stand by Me, de 1986), também baseado em um conto do genial Stephen King. Evocando um grupo de crianças com diferentes distúrbios psicológicos devido a criação por péssimos pais. Enquanto uns mostram problemas comportamentais não tão graves, outros tem a vida imersa em pesadas sessões de abusos. O longa também traz o clima de aventura, que se inspira em outro importante clássico dos anos oitenta, Os Goonies (The Goonies, de 1985). O resultado é parecido com o que temos atualmente na série Stranger Things, porém com uma linguagem, tanto literal quanto conceitual, bem mais pesada e suja que o seriado da Netflix.

060_03

Com a cena de abertura pesadíssima do bueiro, conseguimos medir o tamanho da ameaça que aquelas crianças terão de lidar, e ficamos intensamente apreensivos a cada episódio nos quais cada uma delas é inserida detalhadamente na trama. Seus pais são completamente desequilibrados, e isso faz com que aqueles garotos tenham ciência de estarem por conta própria. São crianças que sofrem com o bullying dentro e fora da escola, com os maus-tratos familiares, e com pais cegos por dogmas religiosos. It: A Coisa é uma excelente obra do terror psicológico, que respeita o telespectador trazendo qualidade em tudo que se compromete a oferecer. Sabe ser comédia, drama, romance e, obviamente, suspense e terror psicológico, tudo no momento correto e na medida certa.

060_05

ELENCO E FICHA TÉCNICA
As principais atuações são de Jaeden Lieberher, Bill Skarsgård, Jeremy Ray Taylor, Sophia Lillis, Finn Wolfhard, Wyatt Oleff, Chosen Jacobs, Jack Dylan Grazer, Nicholas Hamilton e Jackson Robert Scott. A direção fica por conta do argentino Andy Muschietti, que já havia mostrado um pouco do seu talento em Mama (2014). A produção é dividida entre Roy Lee, Dan Lin, Seth Grahame-Smith, David Katzenberg e Barbara Muschietti. O roteiro é trabalho conjunto de Chase Palmer, Cary Fukunaga e Gary Dauberman. A produção teve um orçamento modesto de 35 milhões de dólares, com uma receita final de incríveis 700 milhões!

CONCLUSÃO
It: A Coisa é um filme impecável ao meu ver, e evoca o subtítulo da série de 1990, fazendo com que essa seja sim ‘Uma Obra-Prima do Medo’. Obviamente tem suas falhas, mas elas são minúsculas e não possuem nada que mereça um destaque depreciativo. A produção é agradável por toda sua extensão, trazendo atuações mirins incríveis, e um vilão verdadeiramente ameaçador! Então esteja preparado para uma aventura densa, assustadora e cheias de mistérios na cidade de Berry. E lembrando, esta é apenas a primeira parte da incrível obra de Stephen King! Bom filme!

Barra Divisória

assinatura_dan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s