051_00

“One pill makes you larger, and one pill makes you small
And the ones that mother gives you, don’t do anything at all…”
(White Rabbit – Jeferson Airplane)

Com essa música emblemática inicio a crítica sobre o documentário “1967: o verão do amor” (1967: The Summer of Love, no original), obra de 2017 produzida por 3DD Productions e dirigida por Lyndy Saville, que também foi produtora de outras obras como Rock Legends: David Bowie (2013).

051_01

A obra trata do ano 1967, um período de transformações sociais, políticas e culturais. Nas primeiras cenas são mostradas como eram as casas de show de Londres na época como, por exemplo, a UFO CLUB, onde Joe Boyd, produtor musical norte-americano, descobriu bandas como Pink Floyd, e que era um dos cenários europeus com maior efervescência deste período. Assim como também é mencionada a importância da cidade costeira da Riviera Francesa, Saint-Tropez, na qual não era difícil esbarrar em suas ruas com a diva Brigitte Bardot, fato que trazia um encanto a mais ao local paradisíaco.

051_02

No que diz respeito à moda, toda garota londrina sonhava com as ultimas tendências da Boutique Feminina Biba, uma loja inovadora com preços acessíveis, mas cheia de charme. Sem contar com a modelo Twiggy, que revolucionou o padrão de beleza, com seu ar exótico e etéreo.

051_03

O movimento de maior força nessa época foi o Hippie, com seus protestos contra as guerras, em especial a do Vietnã, citando os discursos do esportista Muhammad Ali. O boxeador, ao recusar o alistamento para servir na guerra, acarretou a perda do cinturão mundial e a cassação de sua licença por três anos.

051_04

Ainda sobre esse período, também vem à tona a questão das “viagens” do subconsciente provocadas por drogas como LSD (Lysergsäurediethylamid, palavra alemã para a dietilamida do ácido lisérgico, uma das mais potentes substâncias alucinógenas conhecidas) e a maconha (cannabis sativa).

051_05

No que diz respeito à indústria musical, também é mostrada a ascensão dos Long Plays (LPs ou discos de vinil) como objetos de arte e desejo, tendo como exemplo o álbum dos Beatles, Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. Além da importância das rádios piratas como Rádio Caroline que funcionava em um navio e que foi uma das principais disseminadoras do rock no Reino Unido.

051_06

Nomes como The Supremes e Marvin Gaye também são citados como grandes figuras do cenário musical da época. E, claro, a lembrança do Festival Internacional de Música Pop de Monterey (Monterey International Pop Music Festival), na Califórnia, no qual estiveram presentes artistas como Janis Joplin, Ottis Redding, assim como Jimi Hendrix. A lenda negra do rock fez sua apresentação magistral em queimou a guitarra e causou verdadeiro furor na multidão alucinada.

051_07

CONCLUSÃO
Para os amantes de música, entretenimento e, até mesmo história, 1967: O Verão do Amor é uma obra bem leve e gostosa de assistir, além da oportunidade de curtir a maravilhosa trilha sonora que permeia o documentário.

Barra Divisória

assinatura_julianna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s